E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Sábado, 25 de Outubro de 2014

Sobre o tema muito se tem falado. Os consumidores, ao longo dos anos vêm a preço da eletricidade a aumentar, em parte, para ajudar a pagar os subsídios que os governantes entregam aos produtores das energias renováveis – eólica e fotovoltaica.

Como é um assunto bastante complexo, onde estão envolvidos o Governo, produtores e consumidores, entendemos, para tirar dúvidas e enriquecer os nossos conhecimentos, publicar um texto, apresentado no jornal Expresso da autoria de José Gomes Ferreira.

Espero que gostem.

Capturar1.PNG

 

Capturar2.PNG

 

Capturar3.PNG

 

Capturar4.PNG

 

Capturar5.PNG

 

Capturar6.PNG

Capturar7.PNG

Capturar8.PNG

Capturar9.PNG

 

Capturar10.PNG

 

Capturar11.PNG

 

Capturar12.PNG

Capturar13.PNG

 

Capturar14.PNG

Capturar15.PNG

 

Capturar16.PNG

 

Capturar17.PNG

 

Capturar18.PNG

 

 

 

 

 

 

publicado por 59abc59 às 00:49

Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

encontro de cantares.PNG

 

No próximo dia 25 de Outubro, o “Grupo Cultural os Maçaenses”, vai mais uma vez realizar o encontro de grupos de cantares, que se realiza, como vem sendo hábito, pelas 21 horas no Cineteatro.

O espetáculo conta com a presença de quatro grupos, nos quais está incluído o grupo anfitrião, com sede de mostrar, a uma plateia que se espera repleta de público, um vasto e variado programa de música popular.

Os ingredientes estão lançados, faltando mexer e servir a ementa, a um público que seja numeroso e sequioso por boa música popular.

Segue a publicação de um vídeo, que tenta mostrar pequenos apontamentos musicais vividos nos ensaios da quinta-feira passada.

VÍDEO

Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 11:28

Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

 

“A Mundos de Vida” foi fundada em 29 de Julho de 1984, é uma instituição de solidariedade social com 80 colaboradores, que presta apoio a mais de 500 crianças e pessoas idosas, autora do texto cujo titulo acima referimos.

Foi nas redes sociais que fomos descobrir o respetivo texto - “CARTA DE UMA MÃE”, que é, no nosso entender, bastante educativo e convidativo a meditar um pouco na doentia sociedade em que vivemos.

Ao lê-lo, fez-nos recuar uns anos e lembrar, a "filosofia" de vida por nós seguida – “A refeição era  hora do convívio familiar”.

A beleza do seu conteúdo é tal, que entendemos fazer a sua divulgação neste nosso espaço:

Capturar1.PNG

 

 

“Queridos filhos,

Lembram-se do dia em que fomos fazer compras e a senhora da loja disse: “Os dois meninos são os primeiros que vi durante o dia todo que não trazem nada nas mãos”. 
Lembram-se de como aquela senhora ficou admirada por não levarem um tablete ou um telemóvel. Sei que aquelas palavras vos fizeram sentir diferentes de outras crianças. 
O mesmo devem sentir quando vamos comer fora e, à mesa, as crianças brincam com os telemóveis e tabletes em vez de falarem com os seus pais. 
Não deve ser nada fácil serem crianças diferentes de outras, neste mundo em que vivemos inundado de aparelhos eletrónicos. 
Bem, meus filhos, talvez seja eu que sou diferente de outros pais. Talvez, no fundo, até seja egoísta… é verdade. Mas não quero perder nenhum dos momentos mais preciosos convosco. Deixai-me explicar.
Quero poder falar com os dois quando vamos comer fora. Quero ouvir as vossas perguntas. Quero ter a oportunidade de dar conselhos sobre a vida. Quero poder conversar das coisas da família. E, sabem, se estivermos distraídos com os tablets e os telemóveis, vamos perder esses momentos. 
Podia falar dos estudos que demonstram que o uso desses aparelhos prejudica o desenvolvimento das crianças pequenas, a sua capacidade de atenção e a sua socialização.
Embora todas estas razões justifiquem ficarem afastados da electrónica, nenhum destes motivos é a principal razão porque vos digo, muitas vezes, “não”. Gostaria que me percebessem bem, vou explicar. 
Quando estamos juntos, eu quero-vos todos para mim. A totalidade de vós. Preciso de vos sentir comigo. E de vos sentir verdadeiramente. Não consigo sentir-vos quando há um écran ou um aparelho eletrónico entre nós. O telemóvel e o tablete funcionam como uma barreira. Quero ver a luz dos vossos olhos. Quero ver a felicidade no vosso rosto, quando descobrirem, cada dia que passa, as maravilhas deste mundo. Quero-vos ver expressar os vossos pensamentos. Quero conhecer-vos e também as vossas paixões e as coisas que vos emocionam. E, meus filhos, se estiverem escondidos atrás de um écran, eu vou perder isso tudo. E, então, o meu tempo convosco, durante a vossa infância… passará num piscar de olhos, sem nos conhecermos. 
Como mãe, quero guiar-vos na compreensão da vida. Quero que as primeiras perguntas me sejam feitas a mim e não a um tablete. Não quero que passe a vossa infância e não tenhamos criado uma ligação forte. E uma ligação é feita dos pequenos momentos da vida. Olhos nos olhos. 
Para isso, precisamos de passar a infância juntos, sem um écran entre nós, em casa, no carro, nas lojas, no café, na rua… É por isso que eu digo “não” muitas vezes. 
Se alimentasse o vosso desejo de jogar com o tablete ou o telemóvel é como dar-vos rebuçados. Cria uma sensação de satisfação por uns momentos mas não vos alimenta para sempre. 
Não quero, um dia, olhar para trás quando deixar de ser responsável pela vossa educação e lamentar cada um dos segundos que não estive convosco. Não quero que os anos passem e sinta que estou apenas a sobreviver. Não quero sentir que disse que “sim” por comodidade. E, de repente, ver-vos, primeiro, distraídos com os écrans, depois ocupados e, por fim, absorvidos ou dependentes. 
E ver passar os anos, aparentemente, perto uns dos outros mas com uma barreira tão grande entre nós. 
Quero viver a vida convosco. Nós estamos na vida juntos. Nós somos uma família. Sim, quando estamos na sala de espera do médico, durante uma hora, seria mais fácil sossegar-vos com o telemóvel. Mas se eu fizer isso, eu temo que estou a dar-vos uma mensagem de que prefiro o vosso silêncio, a ouvir as maravilhosas palavras que saem da vossa boca. 
A partir do momento, em que existe um écran à frente dos vossos olhos, meus filhos, perde-se a beleza do mundo à vossa volta. 
Não quero que sintam uma necessidade constante de serem entretidos e distraídos. Se estiverem atrás de um écran, dificílmente estareis sozinhos com os vossos pensamentos. Quero que aprendam a pensar, para fazerem as vossas próprias descobertas.
Quero que olhem para as pessoas nos olhos. Se eu permitir que vivam atrás de um écran, meus filhos, sei que não vão perceber os sentimentos dos outros. Para conhecerem bem alguém, têm de o olhar nos olhos. Os olhos são a janela para o seu coração. É não é no ciberespaço que vão conhecer as pessoas que estão próximas, aquelas vos importam mais.
Na verdade, quando vos digo, muitas vezes, “não” aos tablets e aos telemóveis, estou a dar-vos um presente. E também estou a dar um presente a mim própria. É o presente da criação de uma relação entre nós que somos, antes do mais, pessoas humanas. E, meus filhos, vós significais tanto para mim que não quero perder um segundo quando estou convosco. 
Adoro ver o que vos faz rir. Adoro ver os vossos olhos abrirem de espanto quando descobrem na natureza algo de novo. E se a vossa cabeça estiver atrás do écran de um computador, vou perder isso tudo. E vós também. 
Nesta família é nossa missão apoiarmo-nos uns aos outros. Sei que pode ser aborrecido sentares-te nas aulas de natação e ficares a ver o teu irmão nadar. Sei que pode ser aborrecido estar sentada mais de uma hora durante o vosso treino de futebol. Para ser honesta seria bem mais fácil para mim dar-vos o tablete e o telemóvel para vos manter calmos e ocupados. Mas todos vamos perder muito se fizer isso. Vais perder de ver o teu irmão conseguir nadar de um lado ao outro da piscina. Vais retirar-lhe a alegria daquele momento especial em que brilha para ti. Vais perder o que isso pode significar de encorajamento mútuo para os dois. 
Quero que cresças sabendo que o mundo não gira à tua volta (um dia vais-me agradecer). Se deixar que te distraias com os aparelhos eletrónicos, bem, estou simplesmente a dizer-te que o tempo que gastas contigo é mais importante do que dar o teu tempo a alguém.
O mundo precisa de menos individualismo. O mundo precisa de mais ligação entre as pessoas. O mundo precisa de mais amor. E nós não podemos aprender e sentir isto atrás de um écran. 
Quero educar-vos, meus filhos, para que saibam olhar fundo nos olhos de quem amam. Quero que as minhas futuras noras tenham um marido que saiba olhar nos seus olhos porque conhece o valor da relação humana que é chão do amor. 
Quero ver o vosso rosto iluminado pela grandeza da vida e não pela luz de um écran. Quero-vos inteiros. Porque sei que vos vou ter apenas durante algum tempo. Quando me deixarem para irem estudar para fora ou para viver na vossa casa, não me quero lamentar do tempo que não aproveitamos juntos. 
Amo-vos. Por gostar tanto de vós não vos quero ver, agora que sois crianças pequenas, a passar o tempo calados e distraídos à frente de um tablete, de um telemóvel ou de um computador. 
E também quero que saibam que não vos vou pedir desculpa por vos dizer “não”. 
Aliás, sinto que estou a fazer isto para que um dia não tenha de vos pedir desculpa por o não ter feito agora, quando, então sim, já seria tarde demais.”

Com todo o amor.
Da vossa Mãe.

EQUIPA EDUCATIVA
Mundos de Vida
ABRAÇOS.

 

 

 

Por uma sociedade mais justa, mais saudável e mais equilibrada!

Amorim Lopes

 

publicado por 59abc59 às 18:04

Segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

 

cartaz 001.jpg

 

piodão.PNG

 

buçaco.PNG

 

 

No próximo dia 8 de Novembro, o grupo “Amigos de Mação” está a organizar uma viagem para visitar a aldeia do xisto – Piódão.

No regresso, depois de se almoçar em Poiares vamos fazer uma visita ao Buçaco.

Da parte da organização as intensões são boas. Falta uma forte adesão popular, pois o roteiro é convidativo a um salutar convívio de amigos e simultaneamente, convida-nos a descobrir belezas que são para muitos um mergulho no desconhecido.

O custo do programa é de 30 Euros.

Para fazer a inscrição basta ligar para: 967492982 e 967719518.

VÍDEO

 

publicado por 59abc59 às 18:18

Sábado, 18 de Outubro de 2014

Capturar1.PNG

 

Este sábado, 18 de Outubro, às 15h30, no Largo dos Combatentes, Mação relembrou a 1º Grande Guerra e simultaneamente, homenageou os bravos Soldados Portugueses, que na altura combateram além-fronteiras, na guerra que hoje faz 100 anos.

O evento, que teve a iniciativa conjunta da Câmara Municipal e do Núcleo de Abrantes da liga dos Combatentes, contou com a presença do Presidente da Câmara de Mação, membros da Liga dos Combatentes, do Exército, figuras políticas locais e alguns populares.

Refira-se, que a data foi assinalada com Cerimónias em todo o País, particularmente onde existiam Monumentos de Homenagem aos Mortos na Grande Guerra, como em Mação.

Segue um vídeo em que procuramos mostrar alguns dos momentos do cerimónia, que os presentes tiveram o privilégio de viver.

VÍDEO

Amorim Lopes 

publicado por 59abc59 às 19:38

Sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

Nos dois vídeos descobertos no YouTube que seguidamente publicamos, mostramos:

1º - Relato feito pelo locutor da Antena 1 do golo marcado por Cristiano Ronaldo no jogo Dinamarca – Portugal. Vale a pena ser ouvido.

2º - Depois de Cristiano Ronaldo ter recusado responder a uma pergunta dum jornalista da CM TV, Nilton Rodrigues, decidiu brincar com a situação e ligar, não para o canal televisivo, mas para a Câmara Municipal Torres Vedras - CMTV, dando uma "tanga" das suas. É de facto bastante divertido!

Dinamarca 0 - 1 Portugal | Relato do golo de Cristiano Ronaldo (Antena 1)

 

Nílton liga à CMTV para "vingar" Cristiano Ronaldo!

Amorim Lopes

 

 

publicado por 59abc59 às 23:30

Sabiam que na Escola Superior Tecnológica de Viseu, os alunos finalistas, têm desenvolvido o estudo dum carro elétrico e já procederam a vários testes?

Nós desconhecíamos o facto.

Aconselhamos a ver o vídeo que seguidamente publicamos:

VÍDEO

Passado algum tempo tudo caiu em saco roto!...

Amorim Lopes

 

 

publicado por 59abc59 às 00:59

Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Relativamente ao título que acabamos de apresentar, aconselhamos ler um texto que seguidamente publicamos, que está a ser divulgado nas redes sociais, respeitante a afirmações feitas, em programa televisivo, pela Dra. Manuela Ferreira Leite.

NÃO ESTAMOS A SER GOVERNADOS POR GENTE SÉRIA

Capturar.PNG

 

A revelação de Manuela Ferreira Leite, em programa televisivo na 5ª feira à noite, foi seguida por um silêncio quase sepulcral. Nenhum dos jornais que se auto-proclamam como "referência" mencionou o assunto. A excepção honrosa foi o jornal i . Pela boca da ex-ministra das Finanças e antiga dirigente do PSD ficou-se a saber que:
1) o governo Passos Coelho/Paulo Portas fez uma reserva oculta de 533 milhões no Orçamento de Estado de 2014;
2) que tal reserva daria para cobrir folgadamente as consequências do chumbo no Tribunal Constitucional. "Ainda sobrariam 200 milhões", disse ela; 
3) que, portanto, a sanha persecutória do governo contra os reformados, com cortes drásticos nas pensões, não tem qualquer razão de ser;
4) que desconhece a que se destina o enorme "fundo de maneio" de 533 milhões à disposição da actual ministra das Finanças."No meu tempo este fundo era apenas de 150 milhões", disse Ferreira Leite. Verifica-se assim que a infâmia do governo Coelho-Portas é ainda maior do que se pensava. Há recursos orçamentais vultosos que são sonegados, reservados a finalidades desconhecidas do público. E, apesar disso, o governo pratica uma nova e brutal punção sobre os magros rendimentos dos pensionistas.

Marcelo já disse no Domingo na TVI que esta verba ESCONDIDA se destinava em 2015 a fazer foguetórios para as eleições legislativas baixando um poucochinho os impostos e dando uns caramelos para adoçar a boca aos tugas que ainda se dão ao trabalho de ir votar. Com esta democracia não vamos a lado nenhum. Enganei-me: vamos parar a uma miséria que nos vai transformar na Albânia da UE !

E os pensionistas e reformados continuam a ser espoliados!

Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 13:10

Terça-feira, 14 de Outubro de 2014

Atendendo ao que fomos presenciando ao longo destes últimos tempos e meditando no que ultimamente, o governo, nos foi presenteando – Justiça, Ensino, BES, Tecnoforma e a compensação do IRS em 2016, facilmente concluímos que estamos a ser governados por gente que não olha a meios para atingir os fins.

Um governo que dá cobertura ao trabalho que ultimamente tem sido desenvolvido nas áreas da justiça e ensino, deixa de ser normal, para se transformar em anormal e incompetente.

A este respeito, aconselhamos  ler o texto publicado no Expresso, da autoria de Pedro Adão e Silva:

Capturar1.PNG

Capturar2.PNG

Capturar3.PNG

 

Capturar4.PNG

 

Capturar5.PNG

 

Capturar6.PNG

Capturar7.PNG

 

Capturar8.PNG

 

Capturar9.PNG

 

 Para que neste mar tenebroso as marés suavizem um pouco, é urgente mudar o sentido das correntes. É urgente, para que Portugal volte a sorrir, arranjar, não uma super governação, mas um governo normal. Um governo mais competente, mais dinâmico, exigente e mais forte.

Amorim Lopes

 

 

publicado por 59abc59 às 18:01

Domingo, 12 de Outubro de 2014

PS1 001.jpg

 

Ontem, dia 11 de Outubro, na sede da Associação Cultural e Desportiva do Pereiro, os membros que compõem a União de Freguesias acima referenciada, eleitos há mais de um ano e a pedido do seu Presidente de Junta, reuniram-se para fazer o ponto da situação dos trabalhos desenvolvidos.

Os trabalhos decorreram dentro do que tinha sido planeado, com muita transparência, muita abertura e sã camaradagem.

O encontro terminou com um pequeno beberete, que por vivermos em crise, foi confecionado pela Junta e com a colaboração de todos os membros presentes.

PS2 001.jpg

PS3 001.jpg

PS4.jpg

PS5 001.jpg

PS6 001.jpg

PS7 001.jpg

PS8 001.jpg

PS9 001.jpg

PS10 001.jpg

PS11 001.jpg

PS12 001.jpg

PS13 001.jpg

PS14 001.jpg

VÍDEO

 

Amorim Lopes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por 59abc59 às 19:35

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
16

19
22
23

26
27
28
29
30
31


Últ. comentários
A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...
A estatística do jogo diz tudo... Vitória mais do ...
A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...
A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...
A TRÍADE SALOIA Casino Estoril Sol IIINo caso da ...
Se os Srs. Deputados pagam inteiramente as refeiçõ...
Vi estas histórias com a minha professora. ...
Vi estas histórias com a minha professora. ...
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro