E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Terça-feira, 26 de Maio de 2015

IMG_0095.JPG

 

Com a chegada do final do mês de Maio, o grupo “As Estrelas de Mação” realizou o seu habitual almoço/convívio, cujo destino foi a cidade de Setúbal.

Desta vez, foi nos dada a oportunidade de saborear peixe, no restaurante localizado no Clube Náutico, denominado “Âncora Azul”. O pitéu, era constituído por um rodízio, que nos deu a saborear e comer 15 variedades de fresquíssimo peixe.

O dia decorreu dentro do que foi antecipadamente planeado, em franca camaradagem e salutar convívio.

Para o próximo ano, está planeado ir saborear a “Posta Mirandesa”.

Para a organização, que a saúde e a força nunca lhe falte, para em anos futuros, poder continuar a levar a cabo eventos semelhantes.

VÍDEO

 Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 20:14

Segunda-feira, 25 de Maio de 2015

 

Os fogos surgiram em força, ao ponto, de o que deflagrou em Ponte de Lima, ter provocado a anulação de uma classificativa do Rally de Portugal.

Face à gravidade da situação, chegou ao nosso conhecimento e dos portugueses, que os helicópteros Kamov se encontram inoperacionais por aguardarem que lhes sejam feitos os trabalhos de manutenção e as respetivas verificações técnicas.

Capturar1.PNG

 

Não ouve oportunidade de tudo isto ser feito no período de acalmia dos fogos?

Pensamos que com bom planeamento, aquele “braço direito” dos bombeiros poderia estar operacional.

Tudo isto é o espelho da capacidade e da organização de quem nos governa. E dizem Eles que tudo vai bem!

Segue texto publicado no Blog Portugal Glorioso, escrito por Sérgio Passos:

TEXTO

Capturar.PNG

 

Segundo se sabe, muito parcialmente, porque o Governo recusa prestar os esclarecimentos cabais dos contratos feitos com os respectivos privados, tem de fazer-se uma pergunta: segundo os 1.500 euros (mais IVA) à hora pagos a cada helicóptero privado, por acaso, não interessará a estas empresas, ou a quem os sub-contrata, que arda o maior número e a maior área de floresta possíveis e pelo maior período de tempo? Isto é simples, é uma conta de mera aritmética: quanto mais fogos e mais tempo durarem os incêndios mais estas empresas privadas lucram! O que nós sabemos é que estas empresas privadas que ainda há bem pouco tempo tinham que alugar os seus meios aéreos a empresas estrangeiras, agora já têm enormes frotas próprias de helicópteros, hangares e pavilhões seus, feitos novos e de raiz, e até já possuem aeródromos seus. E nem falamos aqui de ex-ministros, secretários de estado e altos chefes de serviços públicos, ligados às florestas, à protecção civil e aos bombeiros, que adquiriram fortunas súbitas e que passaram ostentar sinais de riqueza fácil e recente de um dia para o outro. E porque é que, afinal, o Estado não entrega a actividade e a função de apagar os fogos ao Exército e à Força Aérea, que é uma actividade fundamentalmente de Segurança e Defesa nacionais, tal qual como é o da protecção das nossas fronteiras, dos recursos marítimos ou do mar, ou, e não se vê qualquer diferença, como a da segurança interna pública de pessoas e bens? Ora, se antes, aos finais dos anos 80, até era mesmo a Força Aérea que combatia com sucesso, aliás assinalável, os incêndios, e possuindo meios e gente formada para tal, que só custam a sua despesa de funcionamento, porque é que deixaram de o fazer e passou-se a entregar esta função, agora com lucros, aos privados? E quem é que fiscaliza se estas empresas e os seus meios aéreos apagam competentemente os fogos? Se o fazem com a qualidade necessária? Ou se empregam todo o seu esforço e competência para tal?Como se fazem os contratos e como são avaliados os concurso? Etc., etc. E porque é que os sucessivos Governos não mostram nem sequer publicamente os contratos e não revelam os seus contornos e, tão-pouco, mostram os valores pagos aos privados e os critérios para tanto? Porque é que os sucessivos Governos têm cortado verbas na prevenção florestal, extinguiram a função de guardas florestais, ou não apoiando e incentivando os pequenos produtores florestais privados, portanto os maiores proprietários da mata nacional, para tratarem e cuidarem da sua florestas, ou tomarem-se medidas antecipadas para proteger e defender previamente as florestas e os recursos naturais? Ou seja, porque é que o Governo não incentiva a protecção e cuidado com a floresta, ou seja prevenindo e diminuindo os fogos antes da época dos incêndios, mas, de ano para ano, e em vez da prevenção, cada vez mais gasta mais com meios e despesa no combate aos fogos que, continuam a piorar e cada vez mais destroem os recursos nacionais, encurta a floresta e empobrecem o país? E porque é que a própria floresta da propriedade do Estado também está vetada ao seu completo abandono? Já agora, a frota de 10 a 15 aviões canadair, meio essencial para combater os fogos e sempre reclamada pelos peritos e bombeiros, orçados em cerca de 200 milhões de euros, porque é que nunca foi adquirida e, ao invés, os Governos deixam a floresta nacional continuar a ser destruída facilmente por esta grosseira e criminosa negligência? Só neste último verão de 2013 já terão ardido da floresta recursos equivalentes de mais de 100 milhões de euros. Estas são demasiadas e sérias dúvidas, graves interrogações, muitas incertezas, demasiadas ambiguidades e muitas nuvens e, de certeza, permitindo-se demasiados e destrutivos fogos que ardem descontroladamente. O que sabemos é o lucrativo é concessionado aos privados, mas tudo o que dá prejuízo é suportado pelo Estado e pelo dinheiro dos contribuintes. Afinal, isto cheira mesmo muito a esturro!

publicado por 59abc59 às 13:03

Quinta-feira, 21 de Maio de 2015

O Grupo Pestana, já com grande projeção internacional, continua a aumentar o seu património de “Bem Receber”, ao ponto de pretender atingir a curto prazo as 13000 camas.

Desejamos o maior sucesso e que a sua imagem continue bastante cintilante.

Com todo o seu dinamismo empresarial, ganha Portugal e o turismo em especial.

Segue trabalho publicado no Expresso Diário:

Capturar1.PNG

 

Capturar2.PNG

 

Capturar3.PNG

 

Capturar4.PNG

 

Capturar5.PNG

 

Capturar6.PNG

 

Capturar7.PNG

 

Capturar8.PNG

 

Capturar9.PNG

 

Capturar10.PNG

 

Capturar11.PNG

 

Capturar12.PNG

 

publicado por 59abc59 às 12:19

Quarta-feira, 20 de Maio de 2015

Capturar1.PNG

 

Mas que belo trabalho.

Vale a pena perder uns minutos para apreciar.

É lindoooooooooooooooooooooooooooooooooooooo!

VÍDEO

 Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 19:11

Terça-feira, 19 de Maio de 2015

Capturar.PNG

 

No último Domingo, um Maçanico, João Pedro Martins, esteve na SIC no programa “Portugal em Festa”, no espaço “Pequenos em Festa”.

Cantando, mostrou que Mação está vivo. Mostrou que a juventude vive “saúde” e sabe aproveitar as saudáveis oportunidades que o concelho lhe oferece.

Gostámos da sua presença no pequeno ecrã e admirámos a coragem que teve para enfrentar a audiência da SIC.

Parabéns ao João pelo desafio que tão positivamente soube enfrentar e um aplauso aos pais, pelo apoio que lhe disponibilizam e ao longo da sua vida vão disponibilizando.

VÍDEO

 Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 12:03

Segunda-feira, 18 de Maio de 2015

Capturar10.PNG

 

Depois de dar água ao filho, adepto benfiquista, é brutalmente agredido por agente da autoridade.

Um pai, com dois filhos, por muito duras que tivessem sido as palavras proferidas para o agente da autoridade, nunca justificariam tão cruel atitude.

Os agentes estão a ser alvo das mais severas críticas proferidas pelo cidadão comum.

A instituição, rapidamente veio deitar água para a fogueira informando que já identificou os agentes bem como abriu um inquérito.

Será que só os agentes são culpados?

Quando da entrada destes nas Forças de Segurança, a seleção será a mais aconselhável?

A formação dos futuros agentes será a mais adequada?

As ordens e instruções dadas pelos superiores serão as mais recomendadas?

O cancelamento da Reforma das Carreiras não estará a afetar psicologicamente os homens que zelam pela nossa segurança?

Depois do que acabámos de referir, o agente será o maior culpado?

Somos pela negativa!

VÍDEO

Amorim Lopes 

publicado por 59abc59 às 13:36

Domingo, 17 de Maio de 2015

Capturar1.PNG

 

Capturar2.PNG

 

Capturar3.PNG

 

Capturar4.PNG

 

Capturar5.PNG

 

Capturar6.PNG

 

Capturar7.PNG

 

Capturar8.PNG

 

Capturar9.PNG

Letra do Paulo Gonzo 

Somos Benfica

Benfica! Benfica! Benfica! Benfica!

Somos benfica, somos paixão, somos a gloria, a voz mais alta de Uma nação. Somos para sempre a tua memoria, uma bandeira, a tua historia

Temos tradição, um ideal

E uma aguia que te conduz

E a nossa chamine

Alma de portugal

Para sempre um vencedor, o rei

Amado e consagrado

És a festa de um povo, idolatrado no nosso coração

Explode em nos o grito que eu vou cantar campeão!!

Somos benfica, somos paixão, somos a gloria a voz mais alta de

Uma nação

Somos benfica, somos paixão, somos a gloria a voz mais alta de

Uma nação

São como meninos, gémeos imortais, que cumprem um destino, jogam

Sempre mais

E no toque de bola, magia, futebol arte e fantasia

És a festa de um povo, idolatrado no nosso coração

Explode em nos o grito que eu vou cantar campeão!!

Slb!slb!slb!glorioso slb, glorioso slb!!

Somos benfica, somos paixão, somos a gloria a voz mais alta de

Uma nação

Somos benfica, somos paixão, somos a gloria a voz mais alta de

Uma nação

Somos benfica, somos paixão, somos a gloria a voz mais alta de

Uma nação

Somos benfica, somos paixão, somos a gloria a voz mais alta de

Uma nação

Damos mostras de força

A quem de nós diz mal

Nada se compara à nossa raça

Somos a equipa que dignifica Portugal.

Quando naquele estádio se mete o pé

E olhamos em redor

Há Benfiquistas cheios de fé

A gritar pelo seu amor.

Quando a equipa dá mostras de poder

Arrebatando com goleadas de antigamente

Aquele publico fica a ferver

Com o amor que pelo Benfica sente.

HINO DO BENFICA

Amorim Lopes 

 

 

 

publicado por 59abc59 às 19:52

Quinta-feira, 14 de Maio de 2015

Capturar.PNG

 

Através do Facebook, chegou ao nosso conhecimento um belíssimo tema - “O Cantador”- com letra e música de José Medeiros.

Este tema, com um belo poema e uma lindíssima música, foi fruto da inspiração de um açoriano de Ponta Delgada, que quis, com ele, homenagear Zeca Afonso no festival que se realizou há uns tempos na Galiza.

Pela beleza musical que nos oferece e pela carga emocional que nos transmite, entendemos fazer a sua publicação.

Para o seu autor, vão os nossos muito sinceros desejos, de que a saúde e a capacidade intelectual nunca se esgote, para que possa dar continuidade à lindíssima carreira que aos poucos vai construindo.

Com homens da sua estirpe, “Portugal de Abril” não deixará de sorrir.

VÍDEO

É lindo, lindo, lindooooooooooooooooooooooooooooooooooooo!

Amorim Lopes

 

publicado por 59abc59 às 12:25

Quarta-feira, 13 de Maio de 2015

Ontem, na barragem de Ortiga, trabalhadores da EDP procederam à sua limpeza, junto às grelhas existentes na entrada de água para as comportas. O motivo, foi a retirada de alguns detritos vegetais e uma grande quantidade de peixes mortos.

Capturar4.PNG

 

Capturar5.PNG

 

Capturar6.PNG

 

O que é que provocou tamanha mortandade?

Na realidade,

Capturar10.PNG

 

a água do rio tem uma cor acastanhada, um cheiro bastante desagradável e nas margens encontram-se peixes mortos.

É urgente determinar as causas do desastre que repentinamente surgiu e o mais rapidamente possível, trabalhar no sentido de encontrar a cura, capaz de dar saúde ao doentio rio que temos.

Seguem imagens de Arlindo Consolado Marques e do jornal “O Mirante”:

 

 

 

Amorim Lopes 

publicado por 59abc59 às 18:22

Terça-feira, 12 de Maio de 2015

Com o intuito de dar a conhecer belezas existentes nos vales e encostas do Bando do Castelo/Santos, a Associação de Freguesias de Aboboreira, Mação e Penhascoso, realizou nos Trilhos do Brejo um passeio perdeste.

Com a visita do sol e temperatura agradável, o passeio decorreu de acordo com a programação definida e com a presença de mais de 400 pernas.

passeio no bando 001.jpg

 

Depois de a organização apresentar o percurso, dar algumas sugestões, os passeantes partiram ao encontro da natureza. Passámos por uma lagoa, apalpámos as torres produtoras de energia e pudemos vislumbrar as belezas paisagísticas que nos foram oferecidas pelo Miradouro do Bando. Neste local, as forças foram reajustadas com umas sandes, fruta, sumos e água do brejo.

O percurso terminou com a passagem pelo alto do Castelo e o respetivo regresso às origens.

O salutar convívio, que teve a presença de pessoal do Alentejo, terminou com um agradável almoço, onde não faltou o presunto. O canto “achaparrado” cantado na ponta final do evento, fez a saudável união de todos os presentes.

Tiramos o chapéu à Organização!

Mação continua a ter vida!

VÍDEO

 Amorim Lopes

 

publicado por 59abc59 às 20:30

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
15
16

22
23

24
27
28
29
30

31


Últ. comentários
O Bicampeonato aqui tão perto! Siga SLB!
Grande orgulho no jogador luso. Dentro e fora do c...
A estatística do jogo diz tudo... Vitória mais do ...
Se os Srs. Deputados pagam inteiramente as refeiçõ...
Vi estas histórias com a minha professora. ...
Vi estas histórias com a minha professora. ...
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
Não sei se gosto muito do vídeo, a letra da música...
Obrigada por partilhar este vídeo, gostei muito. C...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro