E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Segunda-feira, 30 de Julho de 2012

Na realidade, as negociatas sempre existiram, continuam a acontecer e no futuro, continuarão a enfeitar o negro ramalhete da nossa economia.

Segundo o Correio da Manhã de ontem, “José Oliveira e Costa está à beira da falência. Perante a multa de 950 mil euros aplicada pelo Banco de Portugal (BdP) ao ex-líder do BPN, no âmbito do inquérito ao banco, o ex-banqueiro informou o BdP de que está a caminho da insolvência. De Novembro de 2003 a Agosto de 2005, Oliveira e Costa ganhou com a venda de acções da SLN SGPS, segundo dados dos autos do ‘caso BPN', mais de 14,1 milhões de euros”.

Para justificar a sua má situação económica, segundo a mesma fonte,” o ex-líder do BPN afirmou junto do BdP, segundo apurou o CM, que tem os bens penhorados no âmbito de um processo de indemnização cível interposto pelo BPN. Já no final de 2009, na contestação à acção cível interposta pelo BPN, Oliveira e Costa disse estar "numa situação de absoluta carência económica".

Que negociatas, este senhor, outrora um dos mais poderosos no mundo dos negócios, vinha mantendo com alguns residentes no “condomínio oportunístico da política”. Residentes que, politicamente prometiam defender os interesses do Povo para alcançar o “pedestal”, rapidamente o esqueciam, para olhar sem escrúpulos pelo seu rápido enriquecimento.

No meio desta emaranhada e confusa envolvência económica, relembremos o que ontem o mesmo jornal escrevia: “Cavaco Silva e a filha, Patrícia, ganharam 356 mil euros na venda de acções da SLN em 2003. Em 2011, foi revelado em tribunal que Oliveira e Costa vendera as acções a Cavaco e à filha por um euro cada, mas comprara-as a 2,10 euros cada uma”.

São estes os políticos, com os quais convivemos, que na altura do voto tão eficientemente nos conseguem hipnotizar.

Com gente honesta, humilde, honrada, trabalhadora e inteligente, Portugal vencerá.

 

Amorim Lopes 

publicado por 59abc59 às 11:32

Sábado, 28 de Julho de 2012

Estamos no dia 28 de Julho 2012, último sábado do mês e com ele, mais uma feira de artesanato.

No Largo dos Bombeiros, pelas 10 horas, eis que surgem os expositores/vendedores a montar as suas bancas, na ânsia de expor e se possível vender algo, que estes com muito empenho e arte vão criando.

A vila de Mação e o largo dos Bombeiros em especial, por alguns momentos teve um pouco mais de animação, contrariando a monotonia que diariamente nos vai contagiando.

A feira, com uma dezena de expositores, teve a presença de um pequeno número de visitantes.

Como “para é morrer” e “Roma e Pavia não se fizeram num dia”,

entendemos que se justifica continuar a insistir no evento, porque possivelmente melhores dias virão.

 

 Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 17:29

Sexta-feira, 27 de Julho de 2012

Portugal vive uma situação bastante difícil, com problemas económicos bastante graves.

Temos tido governos que, usando as mais variadas receitas, não têm acertado com a cura.

Nós, que trazemos na alma a bandeira das quinas, procuramos sempre que possível ajudar a renascer Portugal. Nesse sentido, seguidamente iremos publicar um vídeo,

que se encontra no youtube, “10 razões para visitar Portugal”, o qual, nos mostra belezas, muitas delas escondidas no nosso Portugal. São verdadeiras riquezas que, bem utilizadas, nos poderão ajudar a levantar do pântano em que nos encontramos.

O vídeo é em inglês, pois este pretende promover mundialmente as belezas de Portugal.

Divulgar o que de mais belo temos, também é fazer Portugal.

 

VÍDEO

Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 15:52

Quinta-feira, 26 de Julho de 2012

Tomámos conhecimento de que anda a circular uma petição, com o intuito de ver nomeado, o Juiz Carlos Alexandre, Procurador-Geral da República Portuguesa.

Como estamos inteiramente de acordo, com o justeza do que a petição pretende alcançar, o que nos levou a ter já assinado o respectivo documento, de seguida vamos publicar o seu conteúdo, bem como escrevemos o link para que, quem quiser assinar o poder fazer.

Não temos conhecimento das pessoas que tomaram a iniciativa, no entanto pouco nos importa, quando o que nos moveu a estar de acordo com tal solicitação, não foram as jogadas políticas, mas sim o valor, a honradez, a justeza das suas decisões e a humildade que este ao longo da sua vida tem procurado abraçar.

O Juiz Carlos Alexandre, que nasceu do ventre de gente humilde e trabalhadora e um pouco ignorado, à custa de muito trabalho, de muitos sacrifícios, de muita dedicação, de muitas noites mal dormidas, temos a firme certeza, que com o saber e a inteligência que Deus lhe doou, há-de com honradez ajudar a fazer Portugal.

É  um Homem que, com a isenção e a inteligência que lhe é reconhecida, muito poderá ajudar a dignificar a Justiça do País!

 

Petição pela nomeação do Juiz Carlos Alexandre para Procurador-Geral da República Portuguesa


Para:Primeiro-Ministro; Presidente da República

 

Nos termos legais, o Procurador Geral da República é nomeado e exonerado pelo Presidente da República sob proposta do Governo.

 

É o único cargo do Ministério Público e da magistratura dos tribunais judiciais sujeito a designação pelo poder político, não estando a sua escolha vinculada a área de recrutamento nem sequer a requisitos especiais de formação.

 

No dia 5 de Abril de 2012 o actual Procurador Geral da República completou 70 anos e atingiu a idade da reforma. Contudo, permanecerá no cargo até 12 de Outubro de 2012, data em que, para lá da idade compulsiva de reforma, terminarão os habituais seis anos de mandato.

 

Os subscritores desta petição pública solicitam ao Primeiro-Ministro que se digne propor em nome do Governo ao Presidente da República, e que este nomeie, o Juiz Carlos Alexandre para tomar posse como novo Procurador Geral da República Portuguesa.

 

23 de Julho de 2012

 

 

Os signatários

http://www.peticaopublica.com/PeticaoAssinar.aspx?pi=P2012N27101 

 

Amorim Lopes


publicado por 59abc59 às 00:28

Terça-feira, 24 de Julho de 2012

Numa altura em que a nossa vida vai piorando dia após dia, sem se vislumbrar melhorias, nós vamos ficando cada vez mais apreensivos, um pouco desanimados, vamos vivendo diariamente com o fantasma da situação Grega e agora, com o drama que se começa a viver em Espanha.

O Governo vai constantemente tomando medidas, mas a situação não melhora. Tudo se vai agravando. O desemprego aumenta, a pobreza e a fome bate cada vez mais a um maior número de portas.

As previsões governamentais estão constantemente a falhar pela negativa.

No meio deste mar tempestuoso com o horizonte enegrecido e o “Adamastor” a nos asfixiar, eis que surge, a Igreja, a abordar a situação pela negativa, como o fez muito recentemente o Bispo das Forças Armadas D. Januário e agora, o arcebispo primaz de Braga D. Jorge Ortiga.

Para que possamos meditar um pouco no que o prelado afirmou e possamos tirar as devidas ilações, de seguida, publicamos o texto que foi apresentado no Correio do Minho, no dia 23 de Julho de 2012 e escrito por : José Paulo Silva.

 

"D. Jorge censura políticos que só pensam no bem-estar pessoal"

 

"O arcebispo primaz de Braga encerrou ontem o Festival Jota 2012 com críticas à classe política que não consegue encontrar consensos para resolver os problemas do país. “Neste momento de crise, os políticos não são capazes de encontrar um mínimo de convergência para trabalhar a procura de uma solução”, afirmou D. Jorge Ortiga perante algumas centenas de jovens que participaram na eucaristia de encerramento do festival de música de inspiração cristã, que decorreu durante três dias em Braga.

 

“Para os políticos, quase sempre, vale a pena o bem-estar pessoal, ou quanto muito do seu grupo ou partido”, denunciou o prelado bracarense na homilia da missa campal celebrada no Parque da Ponte, apelando aos jovens participantes no Festival Jota a pugnarem “pelo bem de todos”.

Na sua intervenção D. Jorge considerou que a crise, que tem como expressão significativa o desemprego juvenil, não é apenas económica, “é o paradigma de uma sociedade que os outros construíram”, um modelo que não se pode aceitar “porque foi o modelo da desigualdade e dos privilégios”.

 

Insistindo na crítica à classe política, o prelado bracarense lamentou que esta não seja capaz de aceitar “a realidade de que somos todos iguais”.

Numa celebração eucarística com cânticos em ritmo pop e rock, o arcebispo de Braga confessou que “olhar para a juventude não dá vontade de rir”, tantos são os problemas que a afectam: desemprego, delinquência, drogas, dramas familiares e insegurança, pelo que “é necessário viver de um modo diferente”.

 

Por: José Paulo Silva

 

Que rapidamente a bonança atraque no mar da nossa vida.

 

Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 00:45

Sábado, 21 de Julho de 2012

Um cidadão, que tenha que cultivar uma vinha, tem ocupação para todo o ano.

Depois de fazer a vindima no  final de Setembro  e a vinificação que termina no final de Novembro, os trabalhos, passado pouco tempo, começam para dar início

à nova campanha.

Começamos com a poda, adubação, mobilização do terreno para enterrar o adubo e destruir as ervas existentes.

Quando surge o final de Março, iniciam-se os tratamentos fitossanitários, a desponta, monda dos cachos.

Para terminar o ciclo, que acontece com a apanha das uvas, temos a rega para quem tiver possibilidades e uma última mobilização do solo, operações que procuramos mostrar com as imagens que juntamos.

A mobilização do solo que agora fizemos, é feita com duas intenções: Uma, destruir as ervas lá existentes;

Outra é feita, para evitar que a humidade do solo se evapore com maior rapidez.

No final de tanto trabalho, ainda podemos correr o risco de o vinho ser de má qualidade.

Por tudo isto é que a vida de um agricultor é uma lotaria constante.

 

VÍDEO

Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 20:28

Quinta-feira, 19 de Julho de 2012

António Colaço, graças às capacidades que Deus lhe quis conceder, consegue ver, em locais onde pouca gente olha, tesouros de rara beleza, que ao serem fotografados, originam imagens que poderiam ser a fonte de inspiração para telas maravilhosas.

Com as fotos que tira, vai dando vida à sua criatividade, vai mostrando tesoiros que a natureza nos dá, vai acima de tudo, mostrando ao Mundo o que de belo Mação nos pode oferecer.

Que a máquina nunca te traia e a saúde nunca te falte, para continuares a “fazer” Mação.

Colaço, bem-haja por tudo o que gratuitamente nos vens oferecendo.

Nota: As fotos foram tiradas do site da Câmara Municipal, onde estas e outras se encontram ao dispor de todos.

 

Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 12:52

Quarta-feira, 18 de Julho de 2012

No nosso último trabalho dissemos que a política estava prestes a cair no charco. Na realidade, se as coisas estavam mal, cada vez mais vão ficando pior. O desnorte é evidente e ninguém acredita no que os políticos nos tentam dizer. Prova disso, são os apupos constantes ao Primeiro-ministro e ao Dr. Miguel Relvas.

A coroar tudo isto, têm surgido constantemente criticas e denúncias constantes de figuras públicas como Helena Roseta, Marcela Rebelo de Sousa, Alberto João Jardim e agora, as criticas feitas pelo Bispo D. Januário Torgal Ferreira.

Por as palavras deste último serem um pouco polémicas, embora não deixem de ter um certo cunho de verdade, vamos no final fazer a sua publicação.

Com a nossa democracia a ser diariamente enlameada pelo negrume lamacento da política, estamos, com alguma preocupação, a verificar que os políticos estão perdendo credibilidade.

A continuar assim, o futuro não será nada risonho

VÍDEO

Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 00:23

Terça-feira, 17 de Julho de 2012

Ultimamente, a comunicação social tem vindo a falar quase em exclusivo de Miguel Relvas. Em nossa opinião, a melhor atitude que este poderia tomar, era entregar a embarcação em que se encontra a outro “Mestre.

Portugal e a política ficariam a ganhar.

VÍDEO

Com as declarações do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, de Alberto João Jardim e a manifestação que ontem se realizou exigindo a demissão de Relvas, este começa a ter uma área de acção muito limitada e as portas de saída a ficarem muito pequenas.

No meio deste forte negrume político, estão surgindo constantemente enérgicos apupos ao nosso Primeiro-ministro Passos Coelho, ensombrando ainda mais a já negra vivência democrática.

Infelizmente, no Portugal de Abril, já existe alguém, uma minoria, que à custa da capa da democracia, dela, só usa o vocábulo desprezando o conteúdo.

Todos unidos havemos de chegar a bom porto. 

Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 15:38

Domingo, 15 de Julho de 2012

 

Não é só exigir, convém que todos nós sejamos um pouco mais colaborantes com a Câmara Municipal e sempre que, esta educadamente algo nos proponha, nós dentro das nossas possibilidades, deveremos procurar cumprir com o solicitado.

 

 

Infelizmente, não é o que as fotos mostram. São fotos tiradas às 15 Horas, que já não têm a importância das 9 horas, quando o parque de estacionamento estava com alguns carros, mas com espaço suficiente para os tractores lá poderem estar.

Quanto à feira, a do 3ª Domingo de Julho, com divulgação feita pela Câmara Municipal, esta teve uma afluência popular muitíssimo reduzida e a presença de vendedores não deveria ter ultrapassado as duas dezenas.

No meio da acalmia que ornamentou o habitual sossego da nossa terra, concluímos que não há dinheiro para comprar e para vender, os feirantes estão a comparecer em número mais reduzido.

É um País que se encontra anestesiado e a baloiçar entre a morte e o crescimento económico.

Que o remédio que nos foi aconselhado a utilizar, rapidamente nos dê uma economia mais vigorosa.  

 

 

 

Amorim Lopes 

 

publicado por 59abc59 às 19:24

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13

16
20

22
23
25

29
31


Últ. comentários
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
Não sei se gosto muito do vídeo, a letra da música...
Obrigada por partilhar este vídeo, gostei muito. C...
Esta iniciativa, é muito interessante, mas mais se...
Dia 28 de Jnho um dia igualmente importante, boa m...
Depois do Benfica ter feito o jogo perfeito em Lon...
Visão enformada pela cor clubista. O jogador que ...
É claro que «há água no bico» dos chineses. Querem...
Esta lenga-lenga do comunicado da autarquia dá von...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro