E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Quarta-feira, 26 de Setembro de 2012

Acabámos de descobrir este belo vídeo, que pretende promover turisticamente Portugal no Mundo.

Diz-se que nós

não temos habilidade para nada. Observemos atentamente este vídeo, e apreciemos atentamente as belas imagens apresentadas e o fundo musical incorporado.

Uma verdadeira obra de arte!

Portugal é visto pelo realizador desta obra-prima, como um oásis no sul do velho continente plantado. Plantado na Europa nada solidária, nada amiga, que só olha para os seus interesses, procurando a todo o custa e com toda a brevidade, o seu bem-estar económico.

É um vídeo de elevada qualidade e valor turístico, que contrasta com o péssimo tributo que os nossos governantes nos vão legando.

Portugal tem uma enorme riqueza, o turismo, onde os governantes deviam delegar

maior atenção e acarinhar muito mais. Será que é com o IVA na restauração a 23% que se está a ajudar a crescer a indústria turística?

Esperemos que as cigarras governamentais rapidamente se transformem em obreiras formigas poupadas. 

VÍDEO

Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 00:38

Domingo, 23 de Setembro de 2012

É com enorme satisfação, que podemos escrever, tendo como fonte o jornal “O Mirante”, que Mação é um dos concelhos do distrito de Santarém menos endividado.

Efectivamente, segundo lemos no referido jornal, o nosso concelho tem uma dívida a médio e longo prazo (pagamentos a fazer em 20 anos) de 3,410 milhões de euros. É o concelho com menor dívida, sendo os mais endividados Santarém e Cartaxo, com uma dívida respectivamente de 99,204 e 44,606 milhões de euros.

No que concerne a dívidas a curto prazo (pagamentos a fornecedores e prestadores de serviços) Mação deve 1,4 milhões, encontrando-se com dívidas inferiores: Alpiarça 1 milhão de euros e Constância com 624 mil euros.

É justo realçar que, na área económica, os nossos governantes têm-se empenhado ao máximo para fazer bem todo o trabalho de casa, contrariamente ao que se vai passando com o pais, em que o desgoverno do governo vai diariamente se acentuando, encaminhando-nos para injustiças evidentes, para a fome, para a miséria e desemprego.

Para quem não pôde ler o texto do jornal O Mirante, segue de imediato a sua publicação.

O texto já tem umas semanas, mas o que vem por bem, mesmo tardiamente, é sempre bem recebido.

 

"Santarém, Cartaxo e Tomar no pódio dos municípios mais endividados da região 

É um pódio onde provavelmente ninguém gosta de figurar por razões óbvias, mas alguém tem que ocupar os lugares cimeiros da lista dos municípios mais endividados da região e essa distinção cabe a Santarém, recordista com uma dívida total de 99,204 milhões de euros, bem mais do dobro que o segundo classificado, o município do Cartaxo (44,606 milhões). Um degrau mais abaixo está Tomar, com uma dívida municipal total de 38,686 milhões de euros.

Estes valores constam da radiografia mais actualizada à situação financeira de todos os municípios do país, sendo que a dívida total das câmaras a 26 de Maio de 2012 engloba os empréstimos bancários exigíveis a curto ou médio e longo prazo e a dívida exigível a curto prazo, estando neste último item englobadas as dívidas a fornecedores, prestadores de serviços, colectividades e associações, por exemplo.

No top 10 da dívida total dos municípios da área de abrangência de O MIRANTE (21 municípios do distrito de Santarém e Vila Franca de Xira e Azambuja, do distrito de Lisboa) estão ainda, por ordem decrescente: Torres Novas (37,320 milhões); Ourém (36,006); Vila Franca de Xira (33,167); Rio Maior (23,043); Abrantes (21,592); Azambuja (18,169); Entroncamento (17,776).

Acima dos 10 milhões estão ainda os municípios de Alcanena (17,540 milhões de euros), Alpiarça (13,588), Vila Nova da Barquinha (12,241), Chamusca (10,972) e Ferreira do Zêzere (10,841).

No naipe das câmaras mais poupadas encontram-se Almeirim (9,610 milhões de euros), Sardoal (7,581), Coruche (6,634), Benavente (5,470), Salvaterra de Magos (5,459), Constância (4,722), Golegã (3,506) e Mação (3,410).

Tamanho não importa

Pelos dados expostos percebe-se que o valor da dívida não tem correspondência directa com a dimensão ou população de cada concelho, já que municípios como os de Benavente ou Coruche, são bem maiores e mais populosos que os de Alpiarça ou Barquinha, por exemplo, e têm dívidas bem menores.

E essa realidade é também válida para as dívidas de curto prazo a fornecedores e prestadores de serviços que muitos municípios demoram tempos infinitos a liquidar. Também aí Santarém, com 38,7 milhões por pagar, e Cartaxo, com 23,7 milhões acumulados, se destacam da concorrência, sendo Torres Novas a terceira câmara do ranking com 17,3 milhões de dívidas.

Curioso também verificar que algumas autarquias com uma elevada dívida total têm uma dívida de curto prazo reduzida, não penalizando desse modo os agentes económicos e outros que com elas se relacionam. São os casos de Vila Franca de Xira (3,3 milhões de euros), Alpiarça (1 milhão) ou Alcanena (1,4), por exemplo.

Ainda segundo os mesmos dados, Constância é o único município que tem uma dívida de curto prazo inferior a um milhão de euros, mais precisamente 624 mil euros. Mas na casa do milhão de euros, para além das autarquias acima citadas estão ainda Golegã (1,6 milhões), Almeirim (1,7), Salvaterra (1,8), Coruche (1,4), Benavente (1,8) e Mação (1,4 milhões de euros)."

Texto publicado no jornal "O Mirante"

 

Amorim Lopes


publicado por 59abc59 às 23:37

Sexta-feira, 21 de Setembro de 2012

No Portugal de Abril, parte do povo tem fome no estômago e na quase totalidade tem na alma fome de justiça.

Não é por acaso que o povo saiu à rua no passado domingo e hoje dia 21, junto ao Palácio de Belém, voltando assim, ordeiramente a mostrar a sua indignação pelo desgoverno dos nossos governantes.

Apelamos, aos membros do Conselho de Estado, que as suas palavras sejam o eco dos anseios do povo anónimo que junto a eles se manifesta.

Com a fome a dizer presente, a justiça a ser uma miragem, a soberania do povo nas mãos do capital, o governo robotizado por um triunvirato sequioso de lucros desmedidos, o povo, não tem outra alternativa que não seja mostrar todo o seu desagrado e inconformismo.

Quando os portugueses se vêem confrontados com decisões como as que seguidamente publicamos, a atitude mais sensata é dizer basta ao desgoverno a que estamos ser sujeitos. 

Quando no estrangeiro, portugueses há, que são tema para alimentar espaços humorísticos de jornais, só uma decisão pensamos dever existir: banir da actividade, políticos sem escrúpulos e aventureiros.

 

Com a união de todos, Portugal sorrirá!

 

Amorim Lopes

 

 

publicado por 59abc59 às 01:28

Quinta-feira, 20 de Setembro de 2012

O padre Diamantino Marques, a exercer a sua missão no concelho de Alpiarça, na vila de Alpiarça e na freguesia de Benfica do Ribatejo, está prestes a abandonar aquele concelho, motivo que levou o jornal O Mirante a fazer-lhe uma entrevista.

O Pároco, ”que prega o amor”, é natural de Mação e segundo informações que colhemos  da freguesia de Amêndoa, afirma que: “A única forma de mudar o mundo é o amor”.

Por ser uma pessoa do concelho de Mação e simultaneamente pároco em Alpiarça, onde o povo, com ideologia de esquerda, lhe manifesta um carinho enorme, leva-nos a aconselhar, a todos os que visitarem este nosso espaço, a ler a primeira parte da entrevista cujo o link é:

http://www.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=54&id=53644&idSeccao=544&Action=noticia

É com enorme satisfação que vemos o nome de Mação, pela positiva, associado a figuras de “Bem” do mundo em que vivemos.

 

Amorim Lopes   

publicado por 59abc59 às 12:13

Segunda-feira, 17 de Setembro de 2012

 

Como pode a energia baixar, se sete mandantes da EDP, receberam milhões em 2011?

Na EDP foram pagos ordenados em 2011, face à miséria vivida pelos portugueses, que não admitimos: são um autêntico roubo!  

Os números que apresentamos na imagem que acabamos de publicar, fazem parte do puzzle que reflecte com toda a clareza, o ganancioso mundo capitalista em que nos encontramos mergulhados.

Os obscenos números que identificamos, são pedaços do vitral que, tristemente ornamenta o Portugal democrático em que vivemos.

Com realidades destas, as manifestações do último fim-de-semana, mostraram toda a vivência cívica e a noção das responsabilidades que o povo está vivendo e sentindo.

 

Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 19:54

Domingo, 16 de Setembro de 2012

Foi neste Domingo de sol e com temperaturas superiores a 30 graus,que Portugal começou a acordar da vida calma e tolerante em que vinha vivendo.

 

 

Com as declarações proferidas muito recentemente pelo nosso Primeiro-ministro e Ministro das Finanças, o limite da tolerância foi ultrapassado, motivo que originou as grandiosas manifestações que em vários pontos do País tiveram lugar.

Manifestações, como as que neste sábado farão vividas por muitos e sentidas quase por todo o povo, só o 1º de Maio de 1974 foi superior.

O Povo, representado pela quase totalidade das classes sociais, veio ordeiramente e com civismo para a rua, mostrar o seu descontentamento com as tomadas de posição dos que nos governam.

 

 

Tirar aos pobres para dar aos ricos é intolerável! Exigir sacrifícios aos mais indefesos e tolerantes,  deixando os donos do capital, as personalidades com vencimentos obscenos fora da malha dos sacrifícios é inadmissível.

O Povo, que neste último ano, com um civismo admirável e louvável tudo tem aguentado, mostrou à Troika, que nos tem cravadas as garras da exploração, que o tempo do “comer e calar”está a terminar.

O Povo, com a jornada ardente de luta, que pintou as várias cidades do país, mostrou ao governo um cartão vermelho, para "emalar a trouxa" e partir para outros mundos.

Mostrou que está farto de

 

gente incompetente, oportunista, que com a maior naturalidade esquece quem lhe deu a mão.

Nós que, não pudemos estar presentes entre as centenas de milhares dos que arduamente, com os corações quentes e prontos a lutar por um Portugal mais justo, damos o nosso contributo com o Vídeo que seguidamente vamos publicar.

VÍDEO

 

Rapidamente a bela aurora surgirá e com ela, um Portugal mais justo e cintilante nascerá!

Portugal vencerá!

 

Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 02:21

Sexta-feira, 14 de Setembro de 2012

Foi com enorme preocupação que ouvimos afirmar, o nosso Primeiro-ministro, que o que foi anunciado é para cumprir.

O povo se já está mal muito pior ficará!

O nosso Primeiro-ministro é um Robin do Bosques do avesso: tira aos pobres para dar aos ricos.

O povo, os empresários, sindicalistas, políticos e até figuras destacadas da política da cor do governo, não param de manifestar o seu desacordo com as medidas que os governantes, muito recentemente, tiveram o arrojo de tomar.

As medidas, são tão boas ou tão más, que uma antiga Primeiro-ministro do PSD, aconselhou os partidos que apoiam o governo, a votar contra o orçamento onde serão incluídas as medidas ora anunciadas.

No meio deste coro de protestos, apresentamos um vídeo do padre Mário Oliveira “Mário da Lixa” onde mostra o desacordo e em certa medida, a revolta com tudo o que tem vindo a ser anunciado.

Depois de vermos e ouvirmos as polémicas declarações do presbítero e de tirar as nossas ilações, deixamos o mesmo a consideração dos que o visionarem, para livremente e com calma fazer a sua análise.

VÍDEO

Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 12:42

Quarta-feira, 12 de Setembro de 2012

 

 

 

Segundo temos ouvido dizer, no Pingo Doce, as despesas só podem ser pagas com cartão se forem superiores a 20 Euros. Todas as despesas que forem inferiores terão de ser pagas com dinheiro “vivo”.

E se todos nós fizéssemos o que o vídeo nos mostra?

O lucro que o Pingo Doce pretende alcançar com tal atitude, rapidamente se transformaria num aumento das despesas. “Quem tudo quer tudo perde!”

VÍDEO

 

Amorim Lopes

 

publicado por 59abc59 às 12:34

Terça-feira, 11 de Setembro de 2012

 

Na tarde de 9 de Setembro 2012, no Jardim Municipal, realizou-se mais um Encontro de Bandas, organizado como nos anos anteriores pela Sociedade Filarmónica União Maçaense.

Como nos anos anteriores, tudo decorreu com pontualidade, bastante vivacidade, com uma boa e animada moldura humana e no que respeita aos concertos, tiveram boa música, razoavelmente bem interpretada, atingindo em alguns momentos o nível excelente.   

Para a organização, músicos e seus mestre e todos os presentes em geral, votos de muita saúde e que para a ano o evento renasça novamente.

Para a banda de Mação e seu mestre, muita força, para que por muitos anos, possam continuar a enriquecer e a levar bem longe e alto o nome de Mação.

Seguem dois vídeos que nos tentam mostrar, de uma forma muito amadora, como decorreu a tarde musical do dia 9 de Setembro.

 

VÍDEO  1

DESFILE E CONCERTO  

VÍDEO  2

MARCHA “O MAÇANICO”

Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 12:44

Segunda-feira, 10 de Setembro de 2012

Enquanto não completamos o trabalho que temos em mãos, sobre o Encontro de Bandas, que se realizou, hoje, no Jardim Municipal, vamos publicar uma música do Quim Barreiros, para nos animar um pouco e assim, esquecer por uns instantes a vida triste e deprimida em que vivemos.

Bom seria que o vídeo não fosse a realidade vivida por muitos de nós. Com os últimos acontecimentos, não vislumbramos futuro risonho. No horizonte, o céu vai sendo lentamente pincelado com o negrume da fome, miséria e desemprego.

VÍDEO

Tá Fugido - Quim Barreiros

 

Amorim Lopes 

 

 

publicado por 59abc59 às 00:07

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
15

18
19
22

24
25
27
28
29

30


Últ. comentários
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
Não sei se gosto muito do vídeo, a letra da música...
Obrigada por partilhar este vídeo, gostei muito. C...
Esta iniciativa, é muito interessante, mas mais se...
Dia 28 de Jnho um dia igualmente importante, boa m...
Depois do Benfica ter feito o jogo perfeito em Lon...
Visão enformada pela cor clubista. O jogador que ...
É claro que «há água no bico» dos chineses. Querem...
Esta lenga-lenga do comunicado da autarquia dá von...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro