E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Domingo, 30 de Dezembro de 2012

Passos Coelho ultimamente tem feito afirmações com as quais não concordamos.

Afirmou, que o orçamento recentemente aprovado, que nos obriga a grandes sacrifícios, é consequência de no passado termos gasta mais do que produzíamos. É necessário equilibrar a economia.

Mais recentemente, afirmou na sua mensagem de natal, com um ar muito pesaroso e como se não tivesse culpa alguma, que os portugueses "não vão ter o Natal que merecem".

Então não é ele que nos governa?

Que bom seria nós estarmos agora a afirmar: “não era ele que nos governava?”.

Quando se afirma que o povo gastou mais do que produziu, nós não concordamos com o que é dito.

Para nós, os verdadeiros causadores da dívida pública, foram uns tantos, que pediram dinheiro à banca “BPN”,  alguns sem garantias bancárias, fizeram do dinheiro o que bem entenderam e agora, negam o seu pagamento.

Resultado: Quem paga esse dinheiro “mal parado”? O Zé Povinho!

A este respeito, aconselhamos o visionamento do vídeo que juntamos:

VÍDEO

Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 19:46

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
19
20
21

23
24
26
28
29

31


Últ. comentários
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
Não sei se gosto muito do vídeo, a letra da música...
Obrigada por partilhar este vídeo, gostei muito. C...
Esta iniciativa, é muito interessante, mas mais se...
Dia 28 de Jnho um dia igualmente importante, boa m...
Depois do Benfica ter feito o jogo perfeito em Lon...
Visão enformada pela cor clubista. O jogador que ...
É claro que «há água no bico» dos chineses. Querem...
Esta lenga-lenga do comunicado da autarquia dá von...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro