E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Sábado, 02 de Agosto de 2014

A situação que se vive no BES, é a cada dia que passa uma caixa com surpresas constantes.

Na Bolsa, a queda das ações não para de acontecer – já atingiram os 10 cêntimos.

Relativamente às empresas ligadas à família Espírito Santo, o caminho para a insolvência é a tónica comum.

No primeiro semestre, o resultado do banco foi um prejuízo de 3577 milhões de Euros, o que obriga a um aumento de capital, pois a almofada anunciada com “pompa e circunstância”, não chega para aliviar o “sufoco”.

O Primeiro-Ministro declarou à tempos que a situação do BES tem que ser resolvida pelo banco e não com dinheiro público. Mais informou que existiam bastantes investidores privados interessados em investir.

“Tudo o vento levou”.

 A serem verde as últimas informações, vai ser o Governo a ter que comprar as fraldas e a fazer a muda ao moribundo, que em agonia tenta sobreviver.

Cá está mais uma vez o “Zé Povinho” a pagar os erros dos “sem escrúpulos” e dos “arautos da aventura”, sem que estes sejam punidos.

Publicamos seguidamente texto escrito por Nicolau Santos, editado no Expresso:

E que mais nos irá acontecer?
Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 13:03

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
14
15

17
18
19
21
22

24
26

31


Últ. comentários
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
Não sei se gosto muito do vídeo, a letra da música...
Obrigada por partilhar este vídeo, gostei muito. C...
Esta iniciativa, é muito interessante, mas mais se...
Dia 28 de Jnho um dia igualmente importante, boa m...
Depois do Benfica ter feito o jogo perfeito em Lon...
Visão enformada pela cor clubista. O jogador que ...
É claro que «há água no bico» dos chineses. Querem...
Esta lenga-lenga do comunicado da autarquia dá von...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro