E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011

Temos vindo a ser intoxicados diariamente, na imprensa escrita e falada, com a buracada, que Jardim entendeu presentear a Madeira e que a todos nós, serviu como sobremesa demasiado acética.

Na verdade, a situação económica vivida pelo povo Madeirense, é uma autêntica catástrofe, emoldurada por um défice colossal. A situação, escondida e agora descoberta debaixo da cartola, vai abalar a vivência

social da Madeira e a todos nós que, tínhamos o cinto no último furo, teremos que abrir mais uns dois ou três.

Será que, demos vida e cor aos cravos de Abril, para assim adubar e dar vida, à jardinagem económica de tão “Ilustre Madeirense”? Penso que a maioria dos portugueses, concordará que, as buracadas de Jardim, são farpas cravadas no coração da democracia.

Não fossem os muitos túneis, viadutos, obras sociais e elevado desenvolvimento turístico, estava na hora, de o povo madeirense, oferecer uns patins ao seu Presidente.

Um homem

que afirma, que na Madeira, não há buracos económicos e no dia seguinte já os há, mas que foram ocultados, porque

Sócrates tinha aprovado uma lei, que a ser cumprida, cortaria as ajudas ao seu povo e segundo o jornal Público, tal lei foi aprovada por Durão Barroso, quando Ferreira Leite era a responsável pela pasta das finanças, não enriquece, mas sim envergonha um país, que se ia mostrando ao mundo de cara bastante lavada. Os círculos económicos, que já começavam, pouco tremulamente, a dar-nos as mãos, voltarão, com o terramoto cozinhado por Jardim, a endurecer o trato que, nos será dedicado.

Só espero, que o povo Madeirense, saiba fazer justiça.

Será que em Mação, a buracada, também já começa a dar à luz? Para que cada um de nós, possa tomar conhecimento, do que os Vereadores do PS se estão a aperceber, recomendamos, ler no Blog Mação2013, do dia 15 de Setembro, a publicação com o título “Uma contratação de serviços mal explicada”. Basta fazer um clique em http://macao2013.blogspot.com/.

Terminamos com duas perguntas:

- Será que se justifica a contratualização de tal serviço?

- Em caso afirmativo, não haverá nos quadros de pessoal da C. M. de Mação, pessoas com a capacidade suficiente, para realizar o serviço contratado?  

Que cada um de nós, de uma forma livre e democrática, tire as suas conclusões.

Que Mação seja sempre em primeiro lugar, a razão do nosso esforço.

 

Amorim Lopes

publicado por 59abc59 às 11:47

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

14
15
17

18
19
22

27
28
30


Últ. comentários
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
Não sei se gosto muito do vídeo, a letra da música...
Obrigada por partilhar este vídeo, gostei muito. C...
Esta iniciativa, é muito interessante, mas mais se...
Dia 28 de Jnho um dia igualmente importante, boa m...
Depois do Benfica ter feito o jogo perfeito em Lon...
Visão enformada pela cor clubista. O jogador que ...
É claro que «há água no bico» dos chineses. Querem...
Esta lenga-lenga do comunicado da autarquia dá von...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt

blogs SAPO


Universidade de Aveiro