E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Terça-feira, 17 de Julho de 2012

Ultimamente, a comunicação social tem vindo a falar quase em exclusivo de Miguel Relvas. Em nossa opinião, a melhor atitude que este poderia tomar, era entregar a embarcação em que se encontra a outro “Mestre.

Portugal e a política ficariam a ganhar.

VÍDEO

Com as declarações do Professor Marcelo Rebelo de Sousa, de Alberto João Jardim e a manifestação que ontem se realizou exigindo a demissão de Relvas, este começa a ter uma área de acção muito limitada e as portas de saída a ficarem muito pequenas.

No meio deste forte negrume político, estão surgindo constantemente enérgicos apupos ao nosso Primeiro-ministro Passos Coelho, ensombrando ainda mais a já negra vivência democrática.

Infelizmente, no Portugal de Abril, já existe alguém, uma minoria, que à custa da capa da democracia, dela, só usa o vocábulo desprezando o conteúdo.

Todos unidos havemos de chegar a bom porto. 

Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 15:38

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13

16
20

22
23
25

29
31


Últ. comentários
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
Não sei se gosto muito do vídeo, a letra da música...
Obrigada por partilhar este vídeo, gostei muito. C...
Esta iniciativa, é muito interessante, mas mais se...
Dia 28 de Jnho um dia igualmente importante, boa m...
Depois do Benfica ter feito o jogo perfeito em Lon...
Visão enformada pela cor clubista. O jogador que ...
É claro que «há água no bico» dos chineses. Querem...
Esta lenga-lenga do comunicado da autarquia dá von...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt

blogs SAPO


Universidade de Aveiro