E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Quarta-feira, 18 de Julho de 2012

No nosso último trabalho dissemos que a política estava prestes a cair no charco. Na realidade, se as coisas estavam mal, cada vez mais vão ficando pior. O desnorte é evidente e ninguém acredita no que os políticos nos tentam dizer. Prova disso, são os apupos constantes ao Primeiro-ministro e ao Dr. Miguel Relvas.

A coroar tudo isto, têm surgido constantemente criticas e denúncias constantes de figuras públicas como Helena Roseta, Marcela Rebelo de Sousa, Alberto João Jardim e agora, as criticas feitas pelo Bispo D. Januário Torgal Ferreira.

Por as palavras deste último serem um pouco polémicas, embora não deixem de ter um certo cunho de verdade, vamos no final fazer a sua publicação.

Com a nossa democracia a ser diariamente enlameada pelo negrume lamacento da política, estamos, com alguma preocupação, a verificar que os políticos estão perdendo credibilidade.

A continuar assim, o futuro não será nada risonho

VÍDEO

Amorim Lopes
publicado por 59abc59 às 00:23

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13

16
20

22
23
25

29
31


Últ. comentários
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
Não sei se gosto muito do vídeo, a letra da música...
Obrigada por partilhar este vídeo, gostei muito. C...
Esta iniciativa, é muito interessante, mas mais se...
Dia 28 de Jnho um dia igualmente importante, boa m...
Depois do Benfica ter feito o jogo perfeito em Lon...
Visão enformada pela cor clubista. O jogador que ...
É claro que «há água no bico» dos chineses. Querem...
Esta lenga-lenga do comunicado da autarquia dá von...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt

blogs SAPO


Universidade de Aveiro