E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

Segunda-feira, 30 de Março de 2015

Capturar2.PNG

 

O inesperado acontece.

Repentinamente, a vila de Mação saiu do habitual silêncio profundo, para pôr, momentaneamente, de lado a sua pacatez habitual e receber, com espanto e de boca aberta, centenas de visitantes.

“Povo” laborioso, unido, parecendo uma orquestra que cumpre, sem nunca atraiçoar as ordens do seu maestro, parou em Mação no Largo dos Bombeiros, em número superior a dez centenas, para procurar recanto onde pudesse repousar para retemperar forças.

Percorreram ruas e becos sem local algum encontrar.

Mas quem vem por bem, bom amigo tem!

Começaram por querer dormir nas traseiras do Posto de Turismo, mas uma alma bondosa, com a sua calma habitual, para todos arranjou um “Hotel 5 Estrelas”.

Há horas de sorte!

Tudo isto, para dizer que pousou no Largo dos Bombeiros um enxame e que foi recolhido pelo nosso amigo Américo.

VÍDEO

Amorim Lopes

 

publicado por 59abc59 às 20:31

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2015
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13

18
19

25

29
31


Últ. comentários
Caros e inesquecíveis amigos, Infelizmente não me ...
M/s caros amigos. Lamento não ter podido estar pre...
Não sei se gosto muito do vídeo, a letra da música...
Obrigada por partilhar este vídeo, gostei muito. C...
Esta iniciativa, é muito interessante, mas mais se...
Dia 28 de Jnho um dia igualmente importante, boa m...
Depois do Benfica ter feito o jogo perfeito em Lon...
Visão enformada pela cor clubista. O jogador que ...
É claro que «há água no bico» dos chineses. Querem...
Esta lenga-lenga do comunicado da autarquia dá von...
MAIL
amorimnuneslopes@sapo.pt

blogs SAPO


Universidade de Aveiro