Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DÁDIVAS

E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

DÁDIVAS

18
Nov11

A DEMOCRACIA COMEÇA A SER UMA MIRAGEM

59abc59

Por várias vezes temos afirmado, que enquanto o valor material estiver acima do valor social, jamais haverá justiça no Mundo. Do mundo dito democrático, começam a restar apenas os grafismos.

O governo que temos, sabia de uma forma muito geral, a situação que ia encontrar. Apresentou um programa, que hoje praticamente não cumpre. Será que ainda tem legitimidade para governar? Penso que não. Possivelmente, se o Dr. Passos Coelho se apresentasse a sufrágio, com o programa que hoje está a aplicar, certamente que não teria o resultado eleitoral que teve.

Hoje o governo e todos nós, não saboreamos a democracia, mas sim o azedume das medidas exigidas por uma Troika, que só procura defender, os interesses do mundo do capital.

As medidas que vão tentando implementar, resumem-se a esvaziar o poder do Estado, diminuir o poder de compra dos trabalhadores, acorrentar a banca às garras do poder financeiro e dar a maior protecção e liberdade ao mundo empresarial.

Estamos lentamente, para não doer muito, a voltar ao antes do 25 de Abril. Os trabalhadores começam a receber, as míseras migalhas que o patronato lhe entende dar. A Banca começa a ser comandada por forças externas. O mundo empresarial, começa a dirigir a orquestra de acordo com a sinfonia que pretende tocar. Então com trabalhadores mais pobres, Banca controlada, mundo empresarial altamente protegido, isto não será o início do caminho para uma vivência fascista? Até já se fala em reduzir o tempo de informação na RTP. Esperemos que tudo isto não passe de um sonho.

 Depois do que escrevemos, aconselhamos a ver o vídeo, que seguidamente apresentamos:

VÍDEO

 

Amorim Lopes 

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

MAIL

amorimnuneslopes@sapo.pt
Em destaque no SAPO Blogs
pub