Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DÁDIVAS

E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

DÁDIVAS

26
Mai12

JUNTA DE FREGUESIA DE MAÇÃO COM NOVA SEDE

59abc59

Ao recebermos o jornal Voz da Minha Terra, ficámos espantados com duas imagens:

 

 

Ficamos perplexos, por até ao momento, não termos conhecimento de que a Junta de Freguesia de Mação, estava a atender o público em novas instalações.

Fomos à Praça Gago Coutinho, junto à Torre do Relógio, nas antigas instalações da CGD, lá estava a porta aberta e pessoas a serem atendidas. Para

 

não ser uma caminhada só para aquecer, aproveitámos e tirámos umas fotos, que neste trabalho publicamos.

É uma pena que os nossos governantes locais, não tenham informado a população da mudança de instalações.

Quanto à sua inauguração, que foi feita na tarde do dia 18 de Maio, com a presença de um membro do Governo, ficava-lhes bem mobilizar a população. Será que os Maçaenses não merecem mais consideração? Será que a crise obriga a este procedimento?

Resta-nos a consolação, que com este trabalho, estamos a informar a população de que a Junta de Freguesia, abriu a porta ao atendimento numa nova morada que anteriormente referenciámos.

Quanto às novas instalações, fruto da requalificação das antigas instalações da CGD, achámo-las adequadas, espaçosas e com condições para receber condignamente

 

a população.

Quanto à escolha da localização, achamos a medida razoável. Não concordamos com a opinião de que o local foi

 

escolhido para dar mais vida à zona histórica. Então haverá alguma lógica, dar vida a uma zona que se encontra degradada, em ruinas e ao abandono?

Sabemos que Roma e Pavia não foram feitas num dia, mas também achamos que, o património histórico de Mação, merece ser mais acarinhado e preservado. A foto que apresentamos não deveria  existir.

 

 

Para finalizar e como mais vale tarde do que nunca, apelamos aos nossos governantes, para que a zona antiga da

 

vila seja mais acarinhada.

 

Amorim Lopes 

 

 

 
 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

MAIL

amorimnuneslopes@sapo.pt
Em destaque no SAPO Blogs
pub