Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DÁDIVAS

E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

E agora é o acaso quem me guia. Sem esperança, sem um fim, sem uma fé, Sou tudo: mas não sou o que seria Se o mundo fosse bom — como não é!

DÁDIVAS

14
Mai15

O CANTADOR - JOSÉ MEDEIROS

59abc59

Capturar.PNG

 

Através do Facebook, chegou ao nosso conhecimento um belíssimo tema - “O Cantador”- com letra e música de José Medeiros.

Este tema, com um belo poema e uma lindíssima música, foi fruto da inspiração de um açoriano de Ponta Delgada, que quis, com ele, homenagear Zeca Afonso no festival que se realizou há uns tempos na Galiza.

Pela beleza musical que nos oferece e pela carga emocional que nos transmite, entendemos fazer a sua publicação.

Para o seu autor, vão os nossos muito sinceros desejos, de que a saúde e a capacidade intelectual nunca se esgote, para que possa dar continuidade à lindíssima carreira que aos poucos vai construindo.

Com homens da sua estirpe, “Portugal de Abril” não deixará de sorrir.

VÍDEO

É lindo, lindo, lindooooooooooooooooooooooooooooooooooooo!

Amorim Lopes

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

MAIL

amorimnuneslopes@sapo.pt